Fotos

Fotos

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Piauiense Monalysa Alcântara é a vencedora do Miss Brasil 2017.

O título de Miss é bastante disputado no mundo. E para ser Miss não basta apenas ter beleza, elegância e simpatia, outros atributos são apreciados e valorizados.
Neste ano, a competição para a entrega do título estadual foi promovida pela emissora Band Piauí, no Shopping Rio Poty. Em noite badalada e repleta de emoção, a emissora realizou no sábado, 15, o concurso Miss Piauí Be Emotion 2017.
A beleza e o charme da mulher negra, além do belíssimo sorriso, destacaram a teresinense Monalysa Maria Alcântara Nascimento diante das outras finalistas.
A grande vencedora recebeu a coroa das mãos da Miss Piauí 2016 Lara Lobo, além do prêmio de R$ 5 mil. A eleita ainda terá todas as despesas pagas na respectiva viagem e participação no Miss Brasil. Para Monalysa, ter alcançando o título é uma conquista pessoal, mas também de orgulho para o estado.
Ovacionada pelo público presente, a vencedora agradeceu o título e declarou que essa é, sem dúvidas, uma experiêcia inesquecível. “Levo daqui vários aprendizados. E é mais incrível para mim ter recebido esse título das mãos da Raissa Santana (Miss Brasil), pois há 30 anos o  Brasil  não elegia uma Miss negra. E é muito importante, porque se não fosse ela, eu não estaria aqui e não teria me sentido segura para disputar esse título no Piauí. Agradeço de coração”, declarou Monalysa.

Secretarias de Obras e Agricultura realizaram mutirão de limpeza na comunidade “Negros do Riacho”

As Secretarias Municipais de Obras e Agricultura da Prefeitura de Currais Novos se uniram na manhã desta quinta-feira (17) e realizaram um mutirão de limpeza na comunidade quilombola “Negros do Riacho”, na zona rural do município. O Prefeito Odon Jr, a secretária Fátima Barros (Agricultura), Jorian Santos (Educação), agentes comunitárias de saúde, e as equipes da SEMOSU e SEMAAB, estiveram na comunidade para acompanhar o mutirão.

No café da manhã servido para os moradores, o Prefeito Odon Jr destacou a importância da limpeza e da consciência ambiental na comunidade. “Muito importante esta ação e contamos com o apoio de cada um”, disse o Prefeito, que conversou com moradores sobre diversas reivindicações da comunidade. Além da limpeza, a estrada que dá acesso à comunidade está sendo recuperada por máquinas da Secretaria de Agricultura.
Por João Bezerra Junior. 

Carro capota na 226 próximo a Currais Novos.

Na tarde deste domingo (20) foi verificado pela equipe de reportagem da CN Agitos, um grave acidente às margens da BR 226, nas proximidades do sítio São Luís. As informações preliminares são de que ocorreu um capotamento com danos materiais. O carro ficou bastante avariado, o condutor se trata de um agente da polícia civil e passa bem.

O veículo envolvido no acidente trata-se de um Honda Fit, cor vermelha, com placa NNQ-1800/Natal-RN.

O registro do acidente foi realizado pela Polícia Rodoviária Federal.
Por Fernando Melo.

Emendas usadas por Temer para se salvar fazem a festa de deputados.

Um trator para uma associação rural no interior do Paraná, um campo de futebol em uma vila em Roraima e um terminal de ônibus na cidade mineira de Guaxupé serão parte dos gastos de mais de R$ 4 bilhões com emendas parlamentares empenhadas (reservadas) pelo governo Michel Temer em meio à crise.
Deputados federais agraciados com essas verbas comemoraram em suas bases a liberação e fizeram propaganda dos recursos obtidos.
O paranaense Edmar Arruda (PSD) rodou por sete cidades do interior para entregar “comprovantes de empenho” a políticos de sua base eleitoral. Entre os gastos prometidos, estão mobiliário para uma Apae, uma van para a entidade, equipamentos agrícolas e uniformes para servidores de uma prefeitura.
Arruda fez eventos com prefeitos e publicou fotos em seu perfil no Facebook –uma das imagens mostra faixas e balões para homenageá-lo pela entrega de um veículo obtido anteriormente.
No início do mês, ele votou contra a denúncia sobre Temer. Os valores de empenho das emendas parlamentares deram um salto nos últimos meses e foram um dos meios do governo para garantir apoio na votação que suspendeu o trâmite da acusação da Procuradoria-Geral da República contra o presidente.
O empenho significa que o governo se compromete a liberar o dinheiro.
Édio Lopes (PR-RR) gravou um vídeo sobre o projeto de um campo de futebol para uma vila rural no município de Mujacaí (de 15 mil habitantes) onde sua mulher é prefeita. “Com alambrado, arquibancada, luminária, para que possam praticar futebol à noite”, disse, na gravação.
A verba, de R$ 700 mil, foi empenhada no fim de maio.
Na véspera da votação da denúncia, Celso Jacob (PMDB-RJ) publicou em formato de lista suas emendas beneficiadas neste ano, somando R$ 4 milhões, entre verbas para uma universidade e unidades de saúde. Ele ficou conhecido por estar preso em regime semiaberto e sair apenas para ir à Câmara trabalhar.
A lei obriga que metade dessas verbas seja destinada à saúde. O alagoano Arthur Lira (PP) anunciou em, julho, que havia “acabado de obter o empenho” de emendas individuais, para unidades em três cidades do Estado.
Em Roraima, a deputada Shéridan Anchieta (PSDB) anunciou R$ 4,7 milhões empenhados para o município de Cantá (de 16 mil habitantes) para infraestrutura de ruas, como recapeamento.
A pavimentação, aliás, tende a ser vista como uma prioridade: o baiano Arthur Oliveira Maia (PPS) anunciou o empenho de R$ 1,5 milhão para ruas de Jacobina, município de 83 mil habitantes. Festejou postando uma animação com o valor, em julho.
portal no ar.

Em Currais Novos famílias que tiveram “Bolsa Família” cortado ou bloqueado devem procurar à SEMTHAS.

O Rio Grande do Norte teve em julho 10 mil famílias atingidas com o corte do programa “Bolsa Família” do Governo Federal, corte este que somente em Currais Novos prejudicou 150 famílias, além de outras 288 que tiveram o benefício bloqueado por motivos diversos como a falta de atualização dos dados cadastrais. Diante disto, a Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SEMTHAS) de Currais Novos, informa aos usuários que, devido a alta demanda de bloqueios, da inconstância do sistema do Governo Federal que controla os dados dos beneficiários, e da grande demanda para inscrição no CadÚnico por parte de idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada – BPC, a equipe da SEMTHAS estará atendendo preferencialmente idosos e beneficiários que tiveram seus benefícios bloqueados e os usuários cuja atualização do CadÚnico está vencida ou próxima de vencer. O atendimento acontece de segunda à sexta-feira na sede da SEMTHAS entre 7h e 13h.

Em Currais Novos cerca de 4900 famílias recebem recursos do Bolsa Família, e de acordo com o setor do Cadastro Único, somente neste mês de agosto 838 famílias estão com o benefício bloqueado.

Para os beneficiários e população que desejarem saber quem teve o benefício bloqueado ou quem recebe o recurso, a SEMTHAS está disponibilizando a lista dos beneficiários do programa em diversos órgãos públicos do município.
João Bezerra Junior. 

Fim de semana violento registra 16 assassinatos no Rio Grande do Norte.

Fim de semana violento no Rio Grande do Norte. Até o momento (sexta-feira a domingo) 16 homicídios foram registrados. A maioria deles ocorreu em Natal, Ceará-Mirim e São Gonçalo do Amarante.
Natal
No sábado 19, uma mulher identificada como Maria da Conceição Fernandes Brito foi morta por volta das 10h, no bairro de Nova Natal. Usuária de drogas, a vítima estava em uma calçada, quando foi executada por um homem em uma bicicleta.
No conjunto Soledade 2, zona Norte, um homem foi morto e oito pessoas ficaram feridas em uma festa, em um ataque proporcionado por cinco homens, que teriam chegado atirando. O homem morto foi identificado como Francisco das Chagas Ferreira do Nascimento. O crime ocorreu na sexta-feira 18.
São Gonçalo do Amarante
No sábado 19, uma mulher identificada por Maria das Dores Duarte de Lima, de 62 anos, foi morta em sua residência. Um homem também foi encontrado morto na casa com a cabeça dentro de um balde – a polícia ainda aguarda laudo para saber se o caso foi homicídio ou morte natural.
Em outro caso, um homem identificado como Michel Souza do Nascimento, 28 anos, foi execuado em plena via pública. Ele caminhava por uma rua quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta, que atiraram contra ele.
Ceará-Mirim
Nas primeiras horas da manhã deste domingo 20, o corpo de um homem crivado de balas foi encontrado por populares, que disseram ter escutado barulho de tiros por volta das 4h30 da manhã. Alguns populares saíram para as ruas para averiguar o ocorrido e encontraram o homem, identificado como Hudson Pereira Luciano Barros, de 25 anos, morto no meio da rua.
No sábado 19, um detento do Centro de Detenção Provisória de Ceará-Mirim, identificado como Renato Nascimento Rocha, foi encontrado enforcado em uma cela que dividia com mais 13 presos. O rapaz foi morto apenas um dia depois de sua chegada ao centro. No momento da morte de Renato, apenas três policiais estavam de plantão, cuidando dos 96 presos da unidade.
Interior
Ainda no sábado 19, no município de Rio do Fogo, três homens foram encontrados desovados em uma estrada carroçável. Os três corpos foram encontrados por populares que moravam nas redondezas. Os jovens, Afonso da Silva Fonseca (19 anos), Ronaldo Rodrigues de Lima (27 anos) e Clesio Ricardo da Silva (18 anos), foram assassinados enquanto voltavam de uma festa em Vila de Panaú, por volta das 3h da manhã.
Além desta ocorrência, a polícia também registrou dois assassinatos em Janduís, zona Oeste do Rio Grande do Norte; Apodi e Umarizal.
agorarn.

Lula quem decide minha candidatura é o povo.

Em mais uma etapa de seu giro pelo Nordeste, desta vez no município de Estância, em Sergipe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reforçou o mote de sua caravana – o de que eleição sem Lula é fraude; "Quero que eles saibam que quem vai decidir se eu posso ser candidato ou não são vocês. Se vocês acharem que não, eu me aquieto", disse Lula, enfatizando que caberá ao povo brasileiro lutar contra o tapetão judicial que visa impedir que ele concorra em 2018; Lula também mandou um recado a Michel Temer; "Se você quiser mexer com aposentadoria, Temer, mexa na sua. Eles não sabem o que significa aposentadoria rural num município pequeno"

brasil 247.

Na noite deste domingo motorista embriagado atropela motociclista na av. Airton Sena em natal e tentou fugir.

Um motorista embriagado atropelou um motociclista e tentou fugir, na noite deste domingo (20), na avenida Ayrton Senna, no bairro de Neópolis, zona Sul de Natal. Segundo informações repassadas a página Na Ficha da Polícia RN, o homem de aproximadamente 30 anos, foi visto por testemunhas que conseguiram rendê-lo e ligar para a polícia. O veículo L200 Triton de placas (MZL-8603) guiado pelo homem teria avançado um sinal vermelho e arrastado o motociclista por alguns metros.

A vítima sofreu múltiplos ferimentos e foi encaminhada até o hospital Walfredo Gurgel. O motorista que estava bastante alterado foi levado para a delegacia.

Na Ficha da Policia RN.  

Estupros coletivos crescem 400% no RN em 5 anos.

Um levantamento inédito do jornal Folha de S.Paulo revela que o Rio Grande do Norte foi o quinto estado onde mais cresceram os estupros coletivos entre 2011 e 2016. O aumento foi de 400%.
Em reportagem publicada neste domingo, o jornal, no entanto, não informou os números brutos por unidade da federação.
Os dados foram obtidos junto ao Ministério da Saúde, que captou as estatísticas nacionais em centros de saúde. A Folha projeta significações.
Por dia, no Brasil, há pelo menos cinco estupros coletivos, informa o jornal. No país,  a taxa de crescimento foi de 125%.
Rondônia, Piauí, Espírito Santo e Ceará são os estados onde as estatísticas evoluíram mais do que no RN.
portal no ar. 

Crise severa na segurança pública se alastra pelas capitais do País.

A escalada dos homicídios no Brasil, que subiram 6,8% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período em 2015, reflete a grave crise de segurança pública pela qual passam alguns dos principais centros urbanos do País.
Com 2.976 crimes contra a vida no primeiro semestre, o Rio de Janeiro vive a crise com maior destaque no País atualmente. Se não é o maior aumento (14,2%) entre os Estados, a violência no Estado assume contornos de guerra com recorrentes mortes por balas perdidas, uso de fuzis, execuções de policiais e execuções por policiais.
A situação levou o governo federal a desenvolver um plano específico para a capital fluminense, deslocando 8,5 mil agentes das Forças Armadas. Em nota, o secretário de Segurança, Roberto Sá, disse reiterar a “importância da mudança das leis criminais para reverter o quadro de banalização do crime”.
No Rio Grande do Norte, nem o reforço de 23 agentes da Força Nacional para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil potiguar conseguiu representar um avanço efetivo no combate ao alto número de homicídios no Estado: 1.466 assassinatos do começo do ano até o início de agosto, ante 1.181 no mesmo período do ano passado. Quase 1,5 mil inquéritos tramitam atualmente na Divisão.
O Rio Grande do Norte assistiu no começo do ano a um massacre na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, onde 26 detentos morreram. Era o estopim de um conflito que se desenhava desde 2016 entre integrantes do PCC e do Sindicato do Crime, facção local. A disputa é apontada como um dos fatores para a manutenção do clima de violência no Estado. O governo do Estado afirmou estar investindo cerca de R$ 77 milhões em ações na área da segurança.
Já o Espírito Santo desenvolvia com relativo sucesso uma política que conseguia reduzir as taxas de homicídio, tirando o Estado da lista dos mais violentos, onde figurou por anos. A paralisação dos serviços da Polícia Militar em fevereiro, no entanto, afetou a política e reverteu o quadro: de 759 casos em oito meses, passou para 948 no mesmo período deste ano.
“O resultado do ano está comprometido por fevereiro. Mas estamos trabalhando para tentar minimizar as consequências da paralisação e chegar a um resultado positivo em breve”, disse o secretário de Segurança, André Garcia.
Já o Ceará teve um dos maiores aumentos semestrais do País, que é explicado, em parte, pelas brigas entre facções por território de venda de drogas. “Precisamos combater isso com políticas públicas de educação”, disse a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza, vereadora Larissa Gaspar (PPL). Para ela a defesa da vida tem de ser levada em conta pela Segurança Pública com “adoção de geração de emprego e renda”.
O secretário de segurança, André Costa, diz que os índices são altos e preocupam. “Estamos em alerta, mas estimulados e trabalhando muito para melhorar e reduzir o número de vítimas da violência”, diz, lembrando que mais 1.400 candidatos do último concurso da Polícia Militar foram chamados no começo do mês e outros 2.800 já estão em treinamento.
São Paulo. Não é sempre que se vê São Paulo aparecer na lista dos que aumentaram os crimes contra a vida. O Estado viu os homicídios dolosos reduzirem aos patamares mais baixos desde que começou a registrar esse tipo de estatística. Uma particularidade, no entanto, ajuda a explicar a elevação nas cidades paulistas no primeiro semestre deste ano: os latrocínios.
Os roubos seguidos de morte, na contramão dos homicídios, estão no nível mais elevado desde 2003, fazendo o Estado chegar no primeiro semestre a 1.998 vítimas, ante 1.947 no mesmo período do ano passado – um aumento de 2,62%.
A Secretaria da Segurança informou ao Estado que realiza operações para combater crimes contra o patrimônio, “que são aqueles que originam as ocorrências de latrocínio”. “São Paulo tem a menor taxa de homicídios do Brasil. As políticas públicas de combate aos crimes contra a vida permitiram que o Estado atingisse o índice de 7,86 casos por 100 mil habitantes”.
Agencia Estado.