Fotos

Fotos

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Carro usado no roubo de armas de academia de vigilantes é encontrado queimado na zona rural de Mossoró.

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), localizaram neste fim de semana, o carro tipo Gol, que foi usado no arrombamento ao Centro de Treinamento de Vigilantes, ocorrido na madrugada da última quinta feira (18), onde levaram 14 armas, entre revolveres, escopetas e pistolas. 


O veículo, foi localizado totalmente queimado em uma matagal na região do Assentamento Jurema, localizado as margens da RN 013, que dar acesso à Tibau, na zona rural de Mossoró. 

Dentro da lataria do carro, os policiais encontraram mais de 2.000 estojos de revolver que seriam recarregados e usados no stand de tiros, pelos alunos da academia de vigilantes. 

O carro, segundo o agente Cláudio Carvalho, havia sido roubado no início de janeiro no Conjunto Santa Delmira em Mossoró. Das 14 armas roubadas da academia, a Polícia Civil (DIVIPOE) recuperou, 2 escopetas, 2 pistolas e 2 revolveres. Oito revolveres, ainda estão nas mãos de criminosos. 

Fim da Linha. 

Secretaria Municipal de Infraestrutura realiza operação tapa buraco com asfalto em pontos mais críticos.

Fotos: Semosu. 

Moradores e turistas ficam escandalizados ao verem mulher passeando de buggy sem roupas no RN.

Moradores e turistas ficaram escandalizados com um episódio bem inusitado que aconteceu na praia de Jacumã, no litoral do Rio Grande do Norte. Foi registrado o momento em que uma mulher, livre, leve e solta, estava completamente pelada durante um passeio de buggy.
O pessoal ficou não só revoltado com a cena, mas também com o bugueiro, que estava circulando para cima e para baixo com a beldade.
Ao ver que estava sendo fotografada, a mulher – cuja identidade até então é desconhecida -, aproveitou para fazer caras e bocas enquanto posava em cima do buggy.
portal no ar. 

Charge do Dia.

Amarildo.com

Lula: Estou indo a Poto Alegre agradecer a solidariedade do povo.

O ex-presidente Lula confirmou na noite desta segunda-feira 22, em evento com líderes de centrais sindicais em São Paulo, que vai embarcar para Porto Alegre nesta terça (23) para acompanhar seu julgamento no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) na quarta (24); "Eu amanhã estou indo para Porto Alegre agradecer a solidariedade do povo que está se manifestando", disse Lula; ele participará de um ato às 17h, na Esquina Democrática, centro da cidade

Via brasil 247. 

Saneamento básico na Mina Brejuí.

Prefeitura de Currais Novos e Secretaria Municipal de Infraestrutura realiza construção de 130m de esgoto na Mina Brejuí.
Fotos: Semosu. 

Protesto após sepultamento da jovem Thais, morta pós parto em Currais Novos.

Uma multidão se formou em frente ao Hospital Regional de Currais Novos em protesto após sepultamento da jovem Thais, de 22 anos, que faleceu pós parto em Currais Novos no último sábado (20), a população se revoltou após circular nas mídias sociais apelos da gestante clamando por atendimento, e após idas e vindas ao hospital queixava-se da demora do parto.
Reporte Seridó.

IFRN oferece 376 vagas para cursos superiores através do SiSU.

O Ministério da Educação antecipou o prazo de inscrição para o Sistema de Seleção Unificada, o SiSU. A partir desta terça-feira (23), os candidatos poderão utilizar a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – para concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior. O prazo se estende até a próxima sexta-feira, 26. O Instituto Federal do Rio Grande do Norte divulgou a segunda retificação do Edital 62/2018 que rege vagas para ingresso em cursos de nível superior ainda no primeiro semestre de 2018.

Há 376 vagas para os cursos superiores de Licenciatura em Química, Física, Informática, Biologia, Geografia, Matemática; 592 vagas para os cursos superiores de tecnologia em Design de Moda, Gestão de Turismo, Alimentos, Sistemas para Internet, Agroecologia, Energias Renováveis, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão Pública, Redes de Computadores, Comércio Exterior, Construção de Edifícios, Gestão Ambiental, Produção Cultural, Marketing, Processos Químicos e Logística; além disso, há 40 vagas para o curso superior de Engenharia de Energias. Os cursos são oferecidos nos campi Apodi, Caicó, Canguaretama, Currais Novos, João Câmara, Ipanguaçu, Macau, Natal-Central, Natal-Cidade Alta, Natal-Zona Norte, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São Gonçalo do Amarante.

portal no ar. 

Vitor Gabriel faz dois, dá passe e coloca Flamengo na final da Copinha São Paulo.

O Rubro-Negro venceu a Portuguesa por 3 a 2, nesta segunda-feira (22 de janeiro), no Canindé. Atacante foi o grande destaque do confronto. Adversário será São Paulo ou Internacional.

Fox Esportes. 

A população não vacinada contra a febre amarela no Brasil representa “alto risco”, disse a Organização Mundial da Saúde.

O grande número de pessoas não vacinadas contra a febre amarela em áreas com ecossistema favorável ao vírus representa um “alto risco” de mudança no patamar de transmissão, diz comunicado da OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgado nesta segunda-feira (22). Desde julho do ano passado, o Ministério da Saúde contabiliza 35 pacientes com a doença no Brasil, com 20 mortes.
Em São Paulo, que tem uma contagem mais atualizada, o total, desde o início de 2017, chega a 81, segundo a Secretaria da Saúde. Entre semana passada e a anterior, 41 novos casos foram confirmados.
Para bloquear o vírus, o ministério lançou uma campanha que pretende imunizar, em menos de 50 dias, 21,8 milhões de pessoas no Rio, em São Paulo e na Bahia.
Para a OMS, a medida deve limitar o avanço da doença, mas é possível prever percalços. “É importante notar que, devido à sua escala e alcance, esta campanha de vacinação em massa provavelmente será caracterizada por desafios logísticos significativos”, diz o texto.
O comunicado afirma ainda que o grande número de mortes de macacos por febre amarela no País, especialmente em São Paulo, indica um alto nível de concentração do vírus em ecossistemas favoráveis à transmissão no Brasil. Esse dado, para a entidade, é especialmente preocupante quando as mortes acontecem perto de grandes cidades como a capital paulista.
A capital paulista não tem casos humanos da doença, mas registrou mortes de macacos em áreas como o Horto Florestal – todas as 17 famílias de bugios foram exterminadas.
O texto da OMS cita ainda o caso do vírus “exportado” para a Holanda no início de janeiro e informa que o paciente chegou ao país após passar por Mairiporã e Atibaia, duas cidades com circulação do vírus em São Paulo. Ele passa bem. A entidade mantém a recomendação de vacina a todos os viajantes internacionais com destino a qualquer área do Estado de São Paulo.
Febre amarela
Há dois tipos: o silvestre e o urbano. O silvestre é o mais comum, e ocorre em áreas rurais e de mata. O mosquito pica um macaco infectado (hospedeiro) e depois pica o homem (hospedeiro acidental), transmitindo, assim, a doença.
O tipo de transmissão urbana, em que o mosquito Aedes aegypti (vetor) pica um homem (único hospedeiro) e depois pica outro, não é registrado no País desde 1942. Nesses casos, não existe a transmissão direta entre humanos.
Na primeira fase da doença (3 dias) os sintomas são: dor de cabeça, febre baixa, fraqueza e vômitos, dores musculares, principalmente nas costas e dor nas articulações.
Na segunda fase, que dura cerca de 24 horas: diminuição dos sintomas da primeira fase e sensação de melhora.
Na terceira fase: febre alta, icterícia (pele amarelada), inflamação no fígado e rins, vômitos com sangue, urina escura, sangramentos de pele, olhos avermelhados, evolução até a morte.
Prevenção
Vacinação em dose integral (0,5ml válida para a vida toda) ou dose fracionada (0,1ml válida ao menos de 8 anos). Crianças devem ser vacinadas a partir dos 9 meses de vida (6 meses em áreas de risco).
Tratamento
É apenas sintomático, com antitérmicos e analgésicos (anti-inflamatórios e salicilatos como AAS não deve ser usados). Hospitalização quando há necessidade, com reposição de líquidos e perdas sanguíneas. E o uso de tela, por exemplo, para evitar o contato do doente com mosquitos.
O Sul.